Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

bibliotecas@aemontijo.pt

bibliotecas@aemontijo.pt

01
Abr21

Vamos viajar até à Índia

BE AEMontijo
A Interculturalidade é um dos temas abordados nas aulas de Português Língua Não Materna -  PLNM.
Os alunos foram desafiados a realizarem trabalhos sobre os seus países de origem para posteriormente apresentarem aos restantes colegas.
 
Embarquem connosco numa fantástica viagem até à Índia.india.png

Assistam ao filme com o som bem alto!

Filme de: Harsharanpreet Saini - 7ºA - EB D. Pedro Varela

03
Dez20

Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

Inclusão, Tolerância, Empatia...

BE AEMontijo

"Quando asseguramos os direitos das pessoas com deficiência, ficamos mais perto de alcançar a principal promessa de não deixar ninguém para trás.", in Nações Unidas

Dia Internacional das Pessoas com Deficiência comemora-se anualmente a 3 de dezembro.

A ONU - Organização das Nações Unidas é  responsável pela criação da comemoração, estabelecida a 14 e outubro de 1992.

A data tem como principal objetivo a motivação para uma maior compreensão dos assuntos relativos à deficiência, e a mobilização para a defesa da dignidade, dos direitos e do bem-estar, para que se crie um mundo mais inclusivo e equitativo para as pessoas com deficiência, seja ela física ou mental.

À medida que as crianças crescem, as suas opiniões são moldadas pelos adultos e pela sociedade em geral, o que frequentemente encoraja certas atitudes em relação às pessoas com deficiência.

Quando entram na escola, as crianças começam a adotar os comportamentos e opiniões dos adultos ao seu redor. No entanto, as crianças em idade pré-escolar não percebem as deficiências e aceitam naturalmente pessoas que são diferentes delas. Portanto, para garantir que a sociedade se torna mais inclusiva, os pais devem explicar aos filhos que todas as pessoas são iguais, têm direitos iguais e devem participar plenamente na sociedade, independentemente de suas capacidades mentais ou físicas.

“As crianças aprendem pelo exemplo e podemos dar-lhes um exemplo positivo! Deixe seus filhos brincar, aprender e rir com todos os seus pares, sejam eles com necessidades especiais ou em desenvolvimento típico, e veja que há mais que nos une do que nos divide. Deixe-os fazer perguntas sobre deficiência mental e física e esteja preparado para falar com eles sobre necessidades especiais sem tornar este um assunto “difícil”. Ensine às crianças o que elas nos ensinaram. ” - Natalia Vodianova, fundadora da Naked Heart Foundation

Esta curta-metragem faz parte de um esforço mais amplo de defesa da Fundação Naked Heart para aumentar a conscientização da sociedade a fim de mudar as atitudes em relação às pessoas com deficiências físicas e mentais e suas famílias.

 

 

05
Jun20

Era uma vez...

Um livro para crianças que não vêem.

BE AEMontijo

 Sabia que existe um livro multissensorial para crianças que não vêem à venda em Portugal?

o que vês.png

O papel ganha vida e formas. A conversa sai das folhas para as mãos.

livro para quem não vê.png

É assim que o primeiro livro multissensorial consegue dar às crianças com deficiência visual que não saibam ler em braille a oportunidade de conhecer a história que nestas páginas é contada.

livro para quem não vê2.png

Chama-se O que vês, o que vejo… e foi lançado, pela Associação Nacional de Intervenção Precoce (ANIP). Foi produzido pela editora francesa Les Doigts Qui Rêvent, que trabalha na produção de livros tácteis deste género. Este é o primeiro a chegar a Portugal. Esperamos que muitos mais possam surgir! Saiba mais aqui!

 

Mais sobre mim

Top Escritor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Destaques da Semana

BOX

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Top Leitor